Módulo de automação de carga de bateria

Especificações:
Módulo projetado exclusivamente para baterias a partir de 6V até 36V de tensão e fontes de alimentação ou carregadores manuais de baterias a partir de 0,1A até 10A de corrente máxima.
Vantagens:
Esquema de ligação do módulo de carga da Edufer Transformadores
O módulo de automação de carga Edufer, permite converter de forma simples e econômica uma fonte de alimentação de corrente contínua (CC) ou um carregador de baterias manual em um autêntico e funcional carregador de baterias automático, dispensando-se assim qualquer necessidade de modificação interna do circuito do equipamento existente, conforme o esquema acima. Funciona independente da voltagem da rede local (110V, 127V ou 220V).
Características:
A diferença entre o carregador automático para o manual, reside no fato do modelo automático ter ligamento e desligamento totalmente automático, não necessitando nenhuma intervenção do usuário para verificar se a bateria atingiu o nível ideal de carga para ligar ou desligar.

A única intervenção necessária, se faz de forma periódica para avaliar se não há oxidação nos terminais da bateria e/ou fazer a reposição da solução no caso de baterias de chumbo-ácido (PbSO4) automotivas não-seladas.

O módulo de automação de carga fabricado pela Edufer possui 4 leds coloridos que monitoram constantemente o estado de carga da bateria e assim o usuário tem uma indicação precisa do real estado de carga da mesma, dispensando-se assim a necessidade de instrumentos de medição sensíveis e de custo elevado.

Aplicações:
Recomendado para aplicações quando a bateria é utilizada muito freqüentemente ou diariamente principalmente nas industrias, aonde é necessário que o processo de carga seja sempre contínuo, preciso e automatizado.
Descritivo de funcionamento:
Basta conectar a bateria aos terminais da fonte de alimentação ou carregador manual, ligar o plugue do equipamento a tomada do módulo e deixa-los de preferência num local bem arejado e de fácil acesso. Enquanto houver tensão da rede elétrica, a carga da bateria se manterá sempre constante. O acompanhamento da carga se faz através de 4 leds coloridos que indicam o estado de carga da bateria conforme a tabela abaixo:
Cor do led:
Bateria 6V:
Bateria 12V:
Bateria 24V:
Função:
Vermelho
> 6,6V
> 13,2V
> 26,4V
Indica carga alta
Verde
>= 6V
>= 12V
>= 24V
Indica carga normal
Amarelo
< 6V
< 12V
< 24V
Indica carga baixa
Laranja
= 7,12V a 7,25V
= 14,25V a 14,5V
= 28,5V a 29V
Carga completada
Obs: normalmente sempre um ou dois dos 4 leds estará aceso. Caso nenhum deles acenda, é porque provavelmente houve algum problema interno com a fonte ou carregador manual utilizado, inversão de polaridade ou então a bateria se descarregou por completo, pois neste caso houve uma demora muito longa no retorno da energia elétrica, superior ao tempo máximo de autonomia da bateria.
Manutenção preventiva:
Para que o módulo de automação de carga possa ser utilizado de forma adequada, é indispensável acompanhar periodicamente o estado de conservação da bateria.

Caso seja utilizada bateria do tipo chumbo-ácido (PbSO4) não-selada, é fundamental verificar o nível da solução, pois a cada carga e descarga ocorrerão perdas por evaporação.

Neste caso deve-se completar o nível da solução com água destilada. Isto não será necessário, caso utilize bateria do tipo selada, pois a mesma dispensa estes cuidados. Além disso, é importante também verificar sempre o estado de conservação dos terminais da bateria, para que não haja oxidação e corrosão nos mesmos. Isto evitará eventuais maus-contatos e prolongará a vida útil da bateria.

Tempo de carga:
Será determinado em função da capacidade da bateria utilizada em Ah (Ampéres-hora) e pela corrente máxima do carregador ou da fonte de alimentação utilizada. Quanto menor a capacidade da bateria (ou maior a corrente máxima do equipamento), menor será o tempo de carga.

Exemplo: um carregador ou fonte de alimentação de 5A utilizando uma bateria de 12V e 90Ah de capacidade irá proporcionar 18 horas de carga. Com um carregador de 10A ou utilizando uma bateria de 45Ah de capacidade o tempo de autonomia será de 9 horas.

Escolha do equipamento (carregador manual ou fonte de alimentação):
Por questões de segurança, recomenda-se que a corrente máxima do equipamento utilizado em conjunto com o módulo de automação de carga tenha cerca de 10% do valor nominal da capacidade da bateria, proporcionando assim carga lenta eficiente e maior vida útil a mesma. Exemplo: para uma bateria de 100Ah, recomenda-se um equipamento de 10A de corrente máxima.
Obs: na saída do módulo é fornecido no mínimo 1metro de cabo tanto para a alimentação, quanto para a saída de conexão a bateria.
Outras características: é possível carregar múltiplas baterias em paralelo. No entanto, quanto maior o número de baterias, maior será o tempo de carga das mesmas.Esta desvantagem não ocorre ao se carregar um conjunto formado por 4 baterias de 3V em série ligadas a um carregador de 12V por exemplo.